Notícias

«Lobby» Regional - Precisa-se! Para mudar realmente a face do país!

Publicado em 11-02-2021

Conforme já tínhamos anunciado, comentando as frontais palavras da Ministra da Coesão, cá chega agora a comunicação oficial pelo Ministro das Infra-estruturas da ligação ferroviária de alta velocidade Lisboa - Porto. Quero reafirmar desde já não ter nada a opor, antes pelo contrário, só é de lamentar que, à boa maneira nacional, se tenha tardado tanto a tomar a decisão, enquanto milhões eram gastos na busca do « alfa pendular», que após uma dúzia ou mais de árduos e esforçados anos conseguiu poupar 15 minutos no trajecto!
Mas não posso deixar de discordar frontalmente da mediática frase do Ministro de que com esta ligação se vai «mudar a face do país»! NÃO VAI!!! Vai-se «acentuar a face do país»! A não ser que se considere o país apenas a faixa litoral norte - «o eixo atlântico» - ; e o resto do país, o dito - «interior» -, já nem conte...


Na verdade, este volumoso investimento vai acelerar o desenvolvimento da zona já mais desenvolvida do país, que desequilibradamente concentra a maior parte do tecido empresarial e da população, em relação aos restantes 75% do território nacional: Algarve, Alentejo, Beiras, Trás-os-Montes!
Todos estes territórios pouco ou nada beneficiam da ligação Lisboa-Porto-Vigo, tudo dependendo também do que for contemplado no Plano Ferroviário Nacional que o Ministro diz querer implementar, para compensar o sórdido e vergonhoso abandono a que a ferrovia foi votada nestas últimas décadas em Portugal.
No caso do Alto Alentejo, o abandono foi bem para além da ferrovia... alargando-se às ligações viárias e outras infra-estruturas, pelo que merece uma boa compensação!
Mas os governos não oferecem compensações, sem ninguém as pedir, de forma organizada e convincente! Principalmente quando os territórios em causa a nível de peso eleitoral, jogam no campeonato dos ultra-leves! Nestes casos, mais que nunca, são necessários os chamados «Lobbys» regionais procurando «sensibilizar» os governos para a necessidade de determinados investimentos públicos!
É assim por todo o lado! E o Alto Alentejo tem exemplos bem próximos, com resultados à vista! Mas, como se tem visto, não somos muito dados a «Lobbys», muito menos regionais! A falta de identidade regional, as preocupações político partidárias ou de protagonismo pessoal, uma visão atomística da região, têm impedido a constituição do referido «Lobby»!
Estando claramente, como está, a razão do nosso lado, pois a coesão territorial e a ligação à Europa impõem que a capilaridade ferro e rodoviária atravesse o distrito, há que reconhecer que às vezes a razão não chega, sendo preciso adicionar a pressão social e política!
Aparentemente, a «vaga rosa» que predomina no Alto Alentejo, deveria facilitar as sinergias com este governo, tornando-o sensível, num movimento de baixo para cima, aos investimentos que precisamos; pode no entanto acontecer, quer por uma espécie de «temor reverencial», quer por algum «alinhamento» fruto da expectativa de algum favor partidário ou político, se verifique antes uma influência em movimento de cima para baixo, passando para a região as decisões e perspectivas do governo sobre os temas que nos preocupam.
Temos de nos movimentar, unir com parceiros estratégicos, como o «Corredor do Sudoeste Ibérico» e a «Plataforma Alentejo» entre outros , para conseguir aproveitar a substituição da «Fisga» que temos tido, pela anunciada «Bazuca», de modo a por exemplo se consolidar a electrificação e utilização da Linha do Leste e se consagrar no PNI a ligação em 4 vias entre a A23 e a A6, avançando-se para já apenas com o indispensável projecto de execução. São investimentos necessários e com aplicação dos Fundos até final de 2026, como parece estar acordado com a UE.
Assim o «Lobby» funcione...

Jorge Pais
Presidente NERPOR-AE

Destaques

14-10-2020
Protocolo Rede Global da Diáspora
08-05-2020
"WEBINAR LIVE / FORMAÇÃO E-LEARNING “Boost with facebook”
30-04-2020
Plano de Desconfinamento

Eventos

Fevereiro 2021
S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28

Contactos

Morada: Parque de Feiras e Exposições de Portalegre
Apartado 202
7300-901 Portalegre
-----
Telefone: 245 302 300
Fax: 245 302 301
E-mail: nerpor.ae@mail.telepac.pt

Newsletter